Imagens de um trator moderno da John Deere ao lado de um arado de aço original

A nossa história

Desde a sua fundação em 1837 que a John Deere disponibiliza produtos e serviços de apoio a quem está vinculado à terra. Leia a história do nosso passado, o que aprendemos com ele e como o usamos para melhorar a cada dia.

  • 1837

    1837

    Em Grand Detour, Illinois, o ferreiro John Deere tem conhecimento das preocupações dos fazendeiros sobre os seus arados, projetados para o solo arenoso do leste dos Estados Unidos, mas que não penetravam no solo espesso da pradaria. Em resposta a esta situação, Deere modela um arado de aço altamente polido a partir de uma lâmina de serra quebrada.

  • 1838

    1838

    John Deere - ferreiro, transforma-se em John Deere - fabricante. Mais tarde, ele recorda-se de ter produzido 10 arados em 1839, 75 em 1841 e 100 em 1842.

  • 1848

    1848

    Após dez anos em Grand Detour, John Deere forma uma nova parceria e muda-se para Moline, uma povoação situada perto do Rio Mississippi, que lhe oferece opções de transporte e de aproveitamento da energia hídrica. A sua nova fábrica de arados, com tecnologia mais avançada, duplica a produção no ano seguinte.

  • 1852

    1852

    John Deere adquire a quota de participação do seu sócio, após um desentendimento sobre a qualidade que os produtos deveriam ter. Quando confrontado com a afirmação do seu sócio, de que os clientes comprariam qualquer coisa que ele produzisse, Deere respondeu: "Eles não precisam comprar o que fabricamos, e alguém irá aproveitar-se disso, pelo que logo perderemos o nosso mercado.”

  • 1858

    1858

    A empresa vacila durante um período de pânico financeiro a nível nacional. As medidas para evitar a falência vão afetar o princípio de propriedade e a organização da gestão. John Deere continua presidente, mas as competências de gestão passam para Charles Deere, com 21 anos. Ele dirigirá a empresa durante os próximos 49 anos.

  • 1863

    1863

    A Deere lança o Cultivador Dirigido Hawkeye, a sua primeira ferramenta adaptada à condução. Uma inovação é o pino de madeira que se quebra quando choca com um objeto sólido, protegendo as pás. Em 1950, a Deere & Company introduzirá um conceito semelhante em arados, com o desengate de segurança Sure-Trip.

  • 1864

    1864

    A John Deere obtém a sua primeira patente. Ela está relacionada com os moldes usados na fundição de arados de aço. Uma outra patente é-lhe concedida um pouco mais tarde, e a terceira em 1865.

  • 1868

    1868

    Após 31 anos em regime de parceria ou de empresa individual, a empresa é incorporada e passa a firmar como Deere & Company. Há quatro acionistas iniciais, John e Charles Deere detêm 65% das ações.

  • 1869

    1869

    Charles Deere e o empresário Alvah Mansur estabelecem a primeira filial em Kansas City, cidade localizada no estado de Missouri. Um distribuidor semi-independente foi o precursor da atual organização de vendas da empresa. Em 20 anos foram criadas cinco filiais distribuídas pelo país.

  • 1873

    1873

    John Deere é eleito prefeito de Moline e assume o mandato por dois anos. Ele é reconhecido pelas melhorias na infraestrutura de mobilidade, tal como ruas, calçadas, iluminação e esgotos.

  • 1876

    1876

    A Deere faz o registo da marca comercial do veado saltando no U.S. Patent Office. É a marca comercial corporativa americana usada com maior continuidade entre as empresas listadas na Fortune 500.

  • 1877

    1877

    A Deere & Mansur Company é criada em Moline para fabricar semeadoras de milho. Uma organização separada da conhecida filial de Kansas City passará a fazer parte da Deere & Company, em 1910. Atualmente, as semeadoras ainda são fabricadas nas mesmas instalações da John Deere Seeding, em Moline, IL.

  • 1878

    1878

    O arado com charrete Gilpin, introduzido em 1875, derrota 50 outros arados num ensaio de campo durante a Exibição Universal de Paris, alcançando o primeiro lugar honorado com o Vaso de Sèvres, avaliado em 1.000 francos. As vendas dessa unidade aumentam no ano seguinte para 5.198, e atingem 7.824 em 1883.

  • 1881

    1881

    A Deere & Company coloca em operação a primeira fábrica acionada por energia elétrica no Condado de Rock Island. Foi feita a instalação de 1 dínamo, 16 lâmpadas individuais, 1 interruptor e 400 carbonos adquiridos à Brush Electric Company de Chicago, com um custo total avaliado em mais de 3.000 dólares norte-americanos. Foi a primeira eletricidade na área.

  • 1883

    1883

    Os cinco produtos mais vendidos entre 1879 e 1883 eram arados manuais, charretes Gilpin, cultivadores, arados de pá e grades. Os arados manuais são responsáveis por mais vendas unitárias (224.062) do que a totalidade dos outros quatro produtos.

  • 1886

    1886

    John Deere, o fundador, morre aos 82 anos de idade. Alguns meses antes, ele diz a alguém que "durante sua longa vida, foi para ele uma grande fonte de consolação saber que nunca tinha prejudicado intencionalmente ninguém e que nunca colocou no mercado um artigo de má qualidade."

  • 1892

    1892

    John Froehlich testa com êxito o primeiro trator movido a gasolina. Em 1918, John Deere adquirirá a empresa sucessora, a Waterloo Gasoline Engine Company.

  • 1893

    1893

    A Exposição Mundial Americana tem lugar em Chicago. Charles Deere apresenta-se como um dos dois representantes do estado de Illinois. Ele encomenda estátuas de cobre do veado, as quais podem ainda hoje ser vistas no exterior de muitas instalações da John Deere.

  • 1895

    1895

    O Furrow inicia a publicação de “Um Jornal para o Fazendeiro Americano.” A distribuição da revista cresce e chega a 4 milhões de leitores até 1912. Atualmente, ela é publicada em 14 idiomas e lida em 115 países, sendo assim a revista agrícola com a mais larga distirbuição mundial.

  • 1907

    1907

    Charles Deere, o presidente de longa data, morre e é sucedido por seu genro William Butterworth. Durante o exercício deste cargo que se estendeu por 21 anos, as vendas anuais cresceriam de 4,5 milhões para 61 milhões de dólares norte-americanos, e a Deere tornar-se-ia líder nos setores comerciais de equipamentos para a colheita e de tratores.

  • 1908

    1908

    Para centralizar a exportação mundial de equipamentos, o Departamento de Exportação da John Deere instala-se na Cidade de Nova Iorque. Em 1911, Frank Silloway assume o cargo de diretor e viaja para a América do Sul, a Inglaterra, França, Áustria e a Rússia.

  • 1912

    1912

    Após vários anos de consolidações e aquisições, a Deere & Company passa a dispor agora de semeadoras, carrinhos, carroças, semeadoras de grãos e equipamento para a recolha de feno e colheita entre seus produtos. As vendas aumentam de 5,2 milhões em 1910 para 30,7 milhões de dólares norte-americanos em 1913.

  • 1918

    1918

    A John Deere entra no ramo de tratores. Durante o lançamento do trator de tração às quatro rodas, a Deere adquire a Waterloo Gasoline Engine Company, fabricante dos tratores Waterloo Boy. A empresa vende 5.634 tratores Waterloo Boy no primeiro ano.

  • 1920

    1920

    Um mercado de tratores supersaturado e especulativo resulta num excesso de produção da indústria e em fraude generalizada. O resultado foi a introdução dos testes de tratores da Nebraska para implementar os padrões industriais de desempenho. O teste número 001 é detido por um trator John Deere Waterloo Boy N.

  • 1927

    1927

    A Deere apresenta a sua primeira combinação, o Nº 2 de 35 cv, disponível com uma plataforma de 12 ou 16 polegadas. Um ano depois, a Deere introduz o mais pequeno Nº 1, que dispõe de uma barra de corte de 8, 10 ou 12 polegadas.

  • 1928

    1928

    William Butterworth é eleito presidente da Câmara de Comércio dos EUA. Charles Deere Wiman, piloto do exército descomissionado como capitão após a 1ª Guerra Mundial, é nomeado presidente. Butterworth mantém a influência no recém-criado cargo de Presidente do Conselho.

  • 1931

    1931

    Respondendo ao impacto da Grande Depressão, a empresa aceitou 12 milhões de dólares norte-americanos em notas de dívida de fazendeiros e prolongou os prazos de pagamento para os tratores e a maquinaria agrícola elétrica já adquiridos. Em consequência disso, o volume de vendas caiu 86% entre 1930 e 1932, mas resultou numa grande lealdade dos fazendeiros.

  • 1934

    1934

    Apesar do difícil período financeiro, a Deere continuou a apresentar novos produtos, incluindo o trator Modelo "A". A produção do Modelo “B”, semelhante mas mais pequeno, é iniciada no ano a seguir. Esses dois modelos permanecerão em produção até 1952.

  • 1935

    1935

    É feita a apresentação do trator Modelo “DI”, o primeiro trator da John Deere construído exclusivamente para uso industrial.

  • 1937

    1937

    Emergindo da Grande Depressão, a John Deere comemora o 100° aniversário faturando pela primeira vez na história da empresa mais de 100 milhões de dólares norte-americanos em vendas.

  • 1938

    1938

    O designer industrial Henry Dreyfuss racionaliza os tratores Modelo "A" e "B" em cooperação com os engenheiros da Deere. A preocupação por um design atraente vem unir-se aos valores de utilidade tradicionais, característica dos produtos John Deere.

  • 1942

    1942

    O Presidente Charles Deere Wiman aceita uma comissão de serviço como coronel do exército. Burton Peek sucede-o como presidente interino da empresa. Antes de regressar à Deere em 1944, Wiman assume por algum tempo a direção da divisão de maquinaria agrícola e de equipamentos do Conselho de Produção de Guerra.

  • 1943

    1943

    A Deere fabrica tratores militares, munições, componentes para aeronaves e unidades móveis de carga e lavandaria durante a 2ª Guerra Mundial. Durante a guerra, o batalhão John Deere, formado por trabalhadores e concessionários, efetua a reparação de tanques na França e na Bélgica.

  • 1947

    1947

    O trator Modelo “M” é montado nas novas instalações da John Deere Dubuque. Dois anos depois, a versão “M” é produzida como trator de esteira com a designação “MC”. Com uma lâmina frontal, este passou a bulldozer. Este versátil produto é um precursor dos negócios florestais e de construção da Deere.

  • 1950

    1950

    A máquina de colheita de algodão N° 8 é a primeira máquina auto-propulsada de duas linhas de colheita. O seu eixo farpado rotativo de alta velocidade colhe somente as bolas de algodão maduras de cada vez, durante duas ou três colheitas. 225

  • 1954

    1954

    A John Deere combina pela primeira vez as tarefas de colheita e descascamento do milho. Um bico colhedor de milho de duas linhas é apresentado, acoplado a uma nova ceifeira-debulhadora Modelo 45, o que permite a um agricultor a colheita de até 20 acres de milho durante uma única operação.

  • 1956

    1956

    A Deere edifica uma linha de montagem de pequenos tratores no México e adquire a participação maioritária na Heinrich Lanz, um fabricante alemão de tratores e ceifeiras-debulhadoras, com uma pequena presença em Espanha. Atualmente, a John Deere tem negócios em todo o mundo, com operações em 35 países.

  • 1957

    1957

    A enfardadeira 14T produz fardos bem formados e amarrados. Com o primeiro ejetor de fardos N° 1 da indústria, os curtos fardos retangulares podem ser lançados para um vagão, tornando pela primeira vez o processo de fenação uma operação que pode ser levada a cabo por uma única pessoa.

  • 1958

    1958

    A Deere faz a apresentação da nova Divisão de Equipamentos Industriais, integrada por concessionárias e com uma linha completa de equipamentos de construção. O bulldozer 440 é a primeira das máquinas inteiramente amarelas construídas especificamente para aplicações industriais.

  • 1958

    1958

    A John Deere Credit Company, financiadora de compras domésticas dos equipamentos John Deere, inicia suas operações. A nova empresa consolidou as operações de financiamento das agências de vendas e dos revendedores para poder oferecer opções de financiamento mais eficientes e competitivas.

  • 1960

    1960

    Quatro modelos de tratores “Nova Geração de Energia” estiveram em destaque no Deere Day, realizado em Dallas. A linha completamente nova de tratores de quatro e seis cilindros oferece mais potência do que os modelos de dois cilindros que a Deere produziu durante mais de 40 anos.

  • 1963

    1963

    A divisão de equipamentos de consumo, hoje comércio de equipamentos de jardinagem, entra no mercado de consumidores com tratores para relvados e jardinagem, além de acessórios, como corta-relvas e sopradores de neve.

  • 1964

    1964

    É inaugurada a sede administrativa da Deere & Company, que é também a atual sede mundial. Projetada pelo arquiteto fino-americano Eero Saarinen, ela virá a ganhar vários prémios de arquitetura.

  • 1965

    1965

    O trator florestal Skidder 440 da John Deere levou aos operadores um novo nível de conforto e segurança através de uma canopia, blindagem lateral e protetores para as pernas. Equipado com tração às quatro rodas, servo-direção articulada, volante com potência de 42 cv e "5 toneladas de engenharia avançada".

  • 1966

    1966

    A John Deere apresenta as primeiras estruturas de proteção em caso de capotagem para tratores agrícolas, disponíveis no mercado . A empresa partilha mais tarde com a indústria, gratuitamente, a patente deste importante recurso de segurança.

  • 1967

    1967

    A incorporação de chassis articulados permitiam aos operadores deslocar-se em vertentes inclinadas, em leiras e valas, enquanto as rodas traseiras permaneciam assentes numa base firme.

  • 1971

    1971

    Nada funciona como um Deere™, o slogan apresentado com as motos de neve, um novo produto das fábricas da John Deere em Horicon. O slogan permanece por muito mais tempo do que a linha de produção das motos da neve, que é vendida em 1984.

  • 1972

    1972

    Chegam ao mercado quatro novos modelos de tratores "Generation II". Estes novos modelos aumentam a segurança e o conforto do operador com o exclusivo conjunto Sound-Gard.

  • 1977

    1977

    A segadeira florestal 743 da John Deere combina a velocidade dos pneus de borracha com o alcance de uma lança, preparando o caminho para as segadeiras modernas atuais.

  • 1979

    1979

    A John Deere apresenta a primeira máquina para a colheita de algodão de quatro linhas da indústria. Os testes de campo indicavam que ela iria aumentar a produtividade do operador em até 85%.

  • 1987

    1987

    A Deere comemora seu 150° aniversário. A continuação do baixo rendimento agrícola e quebra nas vendas da Deere levaram a uma perda líquida de 99 milhões de dólares norte-americanos.

  • 1988

    1988

    É criada uma joint-venture com a empresa japonesa Hitachi para a montagem de escavadeiras nos Estados Unidos.

  • 1992

    1992

    A John Deere lança a linha de Veículos Utilitários Gator. O modelo 6x4 pode transportar 363 kg na caixa de carga e rebocar 545 kg.

  • 1994

    1994

    O trator da série 8000 inicia e estabelece novos padrões em termos de controle, visibilidade, manobrabilidade e potência. O trator apresenta um chassis patenteado, projetado com um raio de viragem líder do setor, uma nova transmissão e cabina atualizada.

  • 1996

    1996

    A Deere disponibiliza o primeiro pacote de mapeamento de produtividade totalmente integrado, o sistema GreenStar™, em todas as ceifeiras-debulhadoras Maximizer™ da série 9000. Ele permitia a leitura do rendimento e humidade em qualquer lugar, das informações de posição corrigidas diferencialmente, o processamento, armazenamento e transferência de dados, bem como a capacidade de mapeamento da produtividade.

  • 1998

    1998

    A Deere adquire a Cameco Industries, fabricante de equipamentos para a colheita de cana-de-açúcar e cria uma parceria com a Hitachi Construction Machinery Co., Ltd. para fabricar máquinas florestais com base em escavadoras. A joint-venture Deere-Hitachi produz no Canadá, Brasil e nos EUA.

  • 2000

    2000

    A John Deere adquire a Timberjack, líder mundial na fabricação de equipamentos florestais, e a Waratah, um fabricante principal de segadeiras florestais, tornando-se assim líder mundial inquestionável no setor da silvicultura. A John Deere abre uma nova fábrica de tratores próxima de Pune, na Índia.

  • 2006

    2006

    Em Tianjin, na China, é inaugurada a John Deere Tianjin, uma nova empresa de transmissões. No ano seguinte, a Deere adquire uma fábrica de tratores em Ningbo, igualmente na China.

  • 2009

    2009

    A Deere apresenta a primeira máquina para a colheita de algodão com capacidade de enfardamento de fardos redondos durante a colheita. Esta inovadora máquina permite uma atividade de colheita sem interrupção e a obtenção de um algodão com maior qualidade, reduzindo a necessidade e equipamento adicional no campo.

  • 2010

    2010

    A Deere é a primeira empresa a distribuir equipamentos de construção com motores de potência superior a 175 cv com certificação para atender os rigorosos padrões de emissões norte-americanos, Interim Tier 4. A primeira máquina para a colheita da cana-de-açúcar de duas linhas é apresentada na, até então, maior mostra de produtos da empresa na América Latina.

  • 2012

    2012

    Em 2012, a Deere & Company comemora o 175° aniversário de fundação da empresa. Um resposta inovadora às necessidades dos agricultores constituiu a base em mais de 175 anos de compromisso com aqueles que estão vinculados à terra.

  • 2013

    2013

    "A Revista Smithsonian" elege o arado da John Deere como um dos "101 objetos que fizeram a América". O arado foi escolhido dentre 137 milhões de artefatos fazendo parte do acervo dos 19 museus e centros de pesquisa do Instituto Smithsoniano para ser incluído numa lista de itens que mudaram o curso da história dos EUA.

  • 2014

    2014

    O Grupo de Soluções Inteligentes da John Deere aumenta ainda a produtividade ao articular a tecnologia com os equipamentos. Usando dispositivos que recolhem, transferem, armazenam e analisam dados, os clientes podem atender às necessidades da crescente população mundial.

Marca comercial do veado saltando

Marcas Comerciais da John Deere

Um dos logotipos empresariais mais reconhecidos do mundo, a marca registada do veado empinado, tem sido desde há 135 anos um símbolo dos produtos de qualidade da John Deere. É a marca comercial corporativa americana usada com maior continuidade entre as empresas listadas na Fortune 500. Eis aqui a história da sua evolução.