Líderes do passado

Retrato de Charles Deere

Charles Deere

Presidente

1886-1907

Não se esperava que o segundo filho de John Deere, Charles Deere, viesse a liderar a empresa fundada pelo pai. Era afinal o seu irmão mais velho, Francis Albert, que era considerado o herdeiro natural e, por essas razões, estudava contabilidade. No entanto, quando em 1848 Francis Albert morre inesperadamente aos 18 anos, compete a Charles aprender o ofício da família.

Em 1854, com apenas 16 anos e recém-formado pela Escola Comercial de Bell, em Chicago, Charles entrou para a empresa do pai como contabilista. Relevou rápida capacidade de aprendizagem no mundo dos negócios – uma grande transformação para um jovem que, quando era mais novo, tinha sido um aluno, na melhor das hipóteses, indiferente.

Charles rapidamente avançou para a vertente de marketing do negócio. Como chefe de vendas responsável por concessionários e revendedores, fazia-se muitas vezes à estrada para apresentar arados a potenciais clientes em novos territórios. Tinha prazer em ser ele a fazer pessoalmente as demonstrações do equipamento, engatando arados a cavalos e escavando sulcos no solo.

Os primeiros anos que passou na empresa do pai foram muito positivos para Charles. Em 1857, o clima financeiro nos Estados Unidos agrava-se profundamente. O "Pânico de 1857" resultou na desgraça de muitos empresários. John Deere esteve perto de ser um deles, devido a problemas de liquidez e dívidas elevadas relacionadas com a compra de matérias-primas.

Essa situação levou a que a gestão da empresa fosse transferida para Charles, que tinha então 21 anos, em larga medida devido à sua astúcia para os negócios. Embora o pai tenha continuado a ser o presidente da empresa até ao seu falecimento em 1886, foi Charles que a liderou durante os 46 anos seguintes.

Em 1869, ansioso por ver a empresa crescer, Charles estabeleceu a sua primeira sucursal – precursora do atual departamento de vendas – em Kansas City. Até 1989 foram então criadas mais quatro sucursais, nomeadamente em St. Louis, Minneapolis, Council Bluffs/Omaha e San Francisco.

As sucursais forneciam preciosas informações de campo, influenciando o desenvolvimento de novos produtos. Consequentemente, na altura em que Charles Deere faleceu, em 1907, a empresa produzia mais de 300 modelos de arados (incluindo o famoso Gilpin sulky), cerca de 164 cultivadores, diversos semeadores de milho e algodão, bem como ainda outros acessórios.

O legado de Charles Deere consistiu em transformar a empresa fundada pelo pai, uma fábrica regional de arados, num dos maiores fabricantes de equipamentos do país.

Deere & Company (NYSE: DE) é um líder mundial no fornecimento de produtos e serviços avançados, assumindo o compromisso de êxito com os clientes cujo trabalho esteja vinculado à terra – com aqueles que cultivam, colhem, transformam, enriquecem e constroem sobre a terra para satisfazer a crescente procura mundial de alimentos, combustível, moradias e infraestruturas. Desde 1837 que a John Deere tem vindo a disponibilizar produtos de superior qualidade, fabricados com base numa tradição de integridade. Para mais informações, visite a John Deere no seu website mundial, em www.JohnDeere.com.